AveiroMag AveiroMag

Magazine online generalista e de âmbito regional. A Aveiro Mag aposta em conteúdos relacionados com factos e figuras de Aveiro. Feita por, e para, aveirenses, esta é uma revista que está sempre atenta ao pulsar da região!

Aveiro Mag®

Faça parte deste projeto e anuncie aqui!

Pretendemos associar-nos a marcas que se revejam na nossa ambição e pretendam ser melhores, assim como nós. Anuncie connosco.

Como anunciar

Aveiro Mag®

Avenida Dr. Lourenço Peixinho, n.º 49, 1.º Direito, Fracção J.

3800-164 Aveiro

geral@aveiromag.pt
Aveiromag

“Margaridas, Cravos e outras Primaveras” no palco da Casa da Cultura de Ílhavo

Palcos

Pedro Mostardinha

 

 

Começaram a encontrar-se por causa dos filhos e, como partilham o gosto pela música – e de alguma forma também a vontade de celebrar a Liberdade e a Democracia -, não tardaram a unir vontades (e esforços) para criar um espetáculo alusivo aos 50 anos do 25 de Abril. E o resultado aí está, prestes a ser apresentado à comunidade, e com o título “Margaridas, Cravos e outras Primaveras”. Para ver esta quarta-feira, dia 24 de abril, pelas 21h30, na Casa da Cultura de Ílhavo.

Em palco vão estar não só os mentores e promotores deste projeto de comunidade – João Fradinho, Paulo Neves, Susana Senos, Mónica Ferreira, Mafalda Ramos, Henrique Nunes, João Nunes, Fernanda Correia, Sónia Sousa e o diretor artístico, Ricardo Fino -, mas também vários elementos do grupo Toca a Baldar, de Vale de Ílhavo, e 12 crianças de vários estabelecimentos de ensino de Ílhavo.

“Vamos ter em palco pessoas dos 8 aos 70 anos”, começa por evidenciar João Fradinho, a propósito do espetáculo que nasce da vontade de “passar o testemunho desta conquista da liberdade”, em especial às gerações mais novas. “A ideia surgiu já no ano passado, não com esta dimensão, mas como a Câmara Municipal de Ílhavo e depois o 23 Milhas acarinharam o projeto, evoluiu para esta produção”, acrescenta.

Feira do Livro Publicidade

Mais do que uma produção musical – onde se incluem composições originais -, “Margaridas, Cravos e outras Primaveras” é também um espetáculo que junta artes como a fotografia e o desenho. Tudo com o objetivo de celebrar a liberdade. A liberdade “para pensar, para exprimir, para comunicar, para revolucionar”, realçam.

“Chamamos-lhe margaridas porque a primeira tentativa de golpe de Estado, nas Caldas, aconteceu em março e as margaridas são as flores desse mês. Cravos, por serem as flores da revolução de abril. E outras Primaveras pelas revoluções que ainda falta fazer”, explica João Fradinho.

As canções e as palavras de “Margaridas, Cravos e outras Primaveras” vão fazer-se ouvir a partir das 21h30, no auditório da Casa da Cultura de Ílhavo. Os bilhetes estão à venda por 4 euros.

 

Deixa um comentário

O teu endereço de e-mail não será publicado. Todos os campos são de preenchimento obrigatório.