AveiroMag AveiroMag

Magazine online generalista e de âmbito regional. A Aveiro Mag aposta em conteúdos relacionados com factos e figuras de Aveiro. Feita por, e para, aveirenses, esta é uma revista que está sempre atenta ao pulsar da região!

Aveiro Mag®

Faça parte deste projeto e anuncie aqui!

Pretendemos associar-nos a marcas que se revejam na nossa ambição e pretendam ser melhores, assim como nós. Anuncie connosco.

Como anunciar

Aveiro Mag®

Avenida Dr. Lourenço Peixinho, n.º 49, 1.º Direito, Fracção J.

3800-164 Aveiro

geral@aveiromag.pt
Aveiromag

Obras da coleção de Serralves expostas no Castelo da Feira

Artes

Até ao dia 20 de outubro, o Castelo de Santa Maria da Feira proporciona uma experiência ainda mais enriquecedora a todos os visitantes, possibilitando o contacto com obras da coleção de Serralves. No total, são nove as esculturas dos artistas Rui Chafes e Zulmiro de Carvalho que pode apreciar na Praça de Armas e no Salão Nobre de um dos mais notáveis monumentos militares portugueses.

O monumento nacional recebe, assim, uma seleção de obras de dois artistas incontornáveis no panorama artístico nacional: Rui Chafes (Lisboa, 1966) e Zulmiro de Carvalho (Gondomar, 1940). Artistas de gerações distintas, com práticas que se estabelecem entre a escultura e o desenho, Chafes e Carvalho desenvolvem investigações e linguagens plásticas profundamente diferenciadas, contribuindo significativamente para a afirmação da escultura portuguesa desde a década de 60 até à atualidade.

Na Praça de Armas são apresentadas três obras de exterior da autoria de Zulmiro de Carvalho – Escultura (1967), uma das primeiras obras do artista, Sistema H (1973) e Crustal (1985) –, que estabelecem um diálogo com a envolvente natural e a morfologia geométrica e tectónica do Castelo. Ao longo da sua carreira, marcada por diversos projetos de arte pública de grande escala, a obra de Zulmiro de Carvalho evidencia uma profunda coerência conceptual, consolidando-se sobre uma noção estrutural de essencialidade e rigor.

O Salão Nobre do Castelo é dedicado à apresentação de obras de Rui Chafes que evidenciam diferentes facetas do trabalho do artista, no âmbito da escultura, abrangendo um arco temporal de 1992 a 2018. Deserto (1992), Lições de Trevas VI (1999-2000), Lições de Trevas XII (2001), Lições de Trevas XXI (2002) e Sudário (2018) são as quatro obras deste artista que elege o ferro como o seu material de eleição.

Mercedes Publicidade

Apelo a contribuição dos leitores

O artigo que está a ler resulta de um trabalho desenvolvido pela redação da Aveiro Mag. Se puder, contribua para esta aposta no jornalismo regional (a Aveiro Mag mantém os seus conteúdos abertos a todos os leitores). A partir de 1 euro pode fazer toda a diferença.

IBAN: PT50 0033 0000 4555 2395 4290 5

MB Way: 913 851 503

Deixa um comentário

O teu endereço de e-mail não será publicado. Todos os campos são de preenchimento obrigatório.