AveiroMag AveiroMag

Magazine online generalista e de âmbito regional. A Aveiro Mag aposta em conteúdos relacionados com factos e figuras de Aveiro. Feita por, e para, aveirenses, esta é uma revista que está sempre atenta ao pulsar da região!

Aveiro Mag®

Faça parte deste projeto e anuncie aqui!

Pretendemos associar-nos a marcas que se revejam na nossa ambição e pretendam ser melhores, assim como nós. Anuncie connosco.

Como anunciar

Aveiro Mag®

Avenida Dr. Lourenço Peixinho, n.º 49, 1.º Direito, Fracção J.

3800-164 Aveiro

geral@aveiromag.pt
Aveiromag

Avenida Café-Concerto: há três anos ao serviço da cultura, em Aveiro

Palcos

24 de agosto de 2018. A data está gravada na memória de uns quantos aveirenses, por conta da reabertura ao público daquela que é uma das principais salas de espetáculo da cidade. Depois de ter estado vários anos encerrado, o antigo Cine-Teatro Avenida voltou a encher-se de vida. Passou a chamar-se Avenida Café-Concerto e não tardou a afirmar-se como um espaço de referência ao serviço da cultura. Passaram, exatamente, três anos e, não obstante os tempos difíceis que vivemos, o Avenida não se afastou, nem um milímetro, da sua missão.

É verdade que esta será uma festa diferente das anteriores. Não haverá bolo, nem a oferta de um concerto à cidade, mas o sabor de chegar “vivo” a agosto de 2021, com dois confinamentos pelo meio, esse ninguém tira aos responsáveis pelo projeto do “novo” Avenida. “Ficámos sozinhos, sem apoios, mas tivemos a sorte de ter os amigos e a família do nosso lado”, repara Hugo Pereira, um dos responsáveis pelo espaço, a propósito das dificuldades suscitadas pela pandemia.

Se é verdade que a cultura foi um dos setores que mais sofreu, mais verdade é quando está em causa “um projeto privado que não conseguiu ter apoios”. “Quando a nossa candidatura ao apoio à cultura deu entrada, já a verba disponível tinha esgotado há muito”, testemunha Hugo Pereira.

Menos mal que o Avenida Café-Concerto foi contando com a ajuda de algumas pessoas, que contribuíram para a sobrevivência da sala de espetáculos. “Temos hoje uma bilheteira online própria que foi desenvolvida por um privado que acabou por se juntar ao projeto”, faz questão de vincar o administrador do espaço.

Sem condições para oferecer um concerto à cidade, como é habitual em tempo de aniversário, o Avenida Café-Concerto conta com a cidade para ganhar novo fôlego. “Contamos com o público, para voltar a registar os números que estávamos a registar no final de 2019 e início de 2020”, perspetiva Hugo Pereira. Com uma certeza: o último quadrimestre do ano reserva grandes concertos e espetáculos. Para já, ficam as despedidas ao mês de agosto.

Mais uma semana com agenda preenchida

Em semana de aniversário, o Avenida Café-Concerto tem cinema, música, e uma curiosidade. Esta quarta-Feira, acontece mais uma sessão de cinema promovida pela My Pop World, a loja de cultura Pop mais cool de Aveiro. Na 3.ª sessão, a My Pop World oferece-vos o novo blockbuster da Disney, Cruella. Uma excelente oportunidade de ver esta longa metragem no grande ecrã. A sessão é gratuita, como sempre, e a presença ainda vale um cupão de desconto na My Pop World. É necessário o levantamento de bilhetes, apenas disponível no próprio dia, a partir das 20h.

Sexta e sábado, regressa a música. Primeiro, o Avenida recebe Fio-Manta. Fruto de um encontro meio inesperado/meio inevitável, surge como um lugar construído a dois de reflexão, pesquisa, experimentação e fruição musicais e não só. Frutos de percursos singulares, sinuosos e diferentes, encontraram os elementos deste duo um lugar amplo e feliz onde pousar as suas linguagens musicais, cujos próximos laços de parentesco vão progressivamente descobrindo. A entrada custa 3 euros. Curiosidade: uma das partes deste duo é Leonel Mendrix, também conhecido como Rapaz Improvisado. E Rapaz Improvisado foi o primeiro projecto a tocar no Avenida Café-Concerto, na sua abertura a 24 de agosto de 2018.

No sábado, e diretamente de Lisboa, chega Chinaskee, o alter ego musical de Miguel Gomes. Passou por vários nomes e formações até encontrar este novo lar de rock composto por Bernardo Ramos, Inês Matos, Ricardo Oliveira e tons de vermelho. O novo disco, Bochechas (Revolve, 2021) - produzido por Filipe Sambado, gravado nos, já muito visitados, Estúdios Namouche e misturado por Eduardo Vinhas - parte de uma vontade de fazer canções a homenagear as guitarras e o rock, de deixar para trás os teclados e toda a psicadelía que definia a banda nos discos anteriores. Fala de amor e de traumas de criança com uma juvenilidade ingénua quase irónica e despreocupada. Com vontade de fazer cantar de máscara e dançar colado à cadeira Chinaskee e a banda nova querem tocar a sua música bem alta. O bilhete antecipado custa 5 euros, 7 euros no dia do espectáculo.

Podem consultar toda a programação, e adquirir bilhetes, em www.avenidacc.pt.

Feira do Livro Publicidade

Apelo a contribuição dos leitores

O artigo que está a ler resulta de um trabalho desenvolvido pela redação da Aveiro Mag. Se puder, contribua para esta aposta no jornalismo regional (a Aveiro Mag mantém os seus conteúdos abertos a todos os leitores). A partir de 1 euro pode fazer toda a diferença.

IBAN: PT50 0033 0000 4555 2395 4290 5

MB Way: 913 851 503

Deixa um comentário

O teu endereço de e-mail não será publicado. Todos os campos são de preenchimento obrigatório.