AveiroMag AveiroMag

Magazine online generalista e de âmbito regional. A Aveiro Mag aposta em conteúdos relacionados com factos e figuras de Aveiro. Feita por, e para, aveirenses, esta é uma revista que está sempre atenta ao pulsar da região!

Aveiro Mag®

Faça parte deste projeto e anuncie aqui!

Pretendemos associar-nos a marcas que se revejam na nossa ambição e pretendam ser melhores, assim como nós. Anuncie connosco.

Como anunciar

Aveiro Mag®

Avenida Dr. Lourenço Peixinho, n.º 49, 1.º Direito, Fracção J.

3800-164 Aveiro

geral@aveiromag.pt
Aveiromag

Teatro Aveirense reabre ao público após obras de requalificação

Artes

Concluída a obra reabilitação do Teatro Aveirense, a principal sala de espetáculos da cidade de Aveiro volta a abrir portas ao público, apostando numa programação especial, pensada para assinalar o seu 140º aniversário.

“Este não era o cronograma que tínhamos desenhado, uma vez que o aniversário acontece em março. O que tínhamos pensado era ter a programação de aniversário de março a setembro e agora arrancar com a obra”, recordou Ribau Esteves, presidente da autarquia. Por força do segundo confinamento, que ditou um novo encerramento dos equipamentos públicos, a Câmara Municipal antecipou a obra, aproveitando o encerramento da sala.

A empreitada custou cerca de 2 milhões de euros e incidiu em “patologias do edifício e capacitação técnica” da sala de espetáculos. “O edifício mantém a fachada, tem é essa parte da patologia tratada. A alteração mais profunda aconteceu na área da bilheteira e também no foyer de entrada”, desvendou o edil. “A dimensão técnica é onde está uma parte muito relevante do investimento que realizámos, nomeadamente ao nível de equipamento de som e luz”, acrescentou.

Prometidas estão também novidades na comunicação com o público e na imagem institucional do Teatro Aveirense.

Para assinalar esta nova fase da vida da sala de espetáculos – e, simultaneamente, dar início à programação dos 140 anos -, decorrerá, esta sexta-feira, um concerto que junta em palco Ivan Lis e a Orquestra Filarmonia das Beiras. Momento especial desta reabertura é, também, a inauguração da exposição “Teatro Aveirense 140 Anos”, uma revisitação de toda a história da instituição e uma viagem pelo riquíssimo património grá­fico e visual do seu arquivo.

A partir desta sexta e até março de 2022, seguem-se dezenas de iniciativas, entre as quais estão “10 estreias nacionais” e produções oriundas de “12 países diferentes”. Com essa certeza: “O Teatro Aveirense mantém-se um teatro multidisciplinar, aberto a novas correntes artísticas, continua a ser inclusivo, aberto a todos os públicos”, destacou, por seu turno, José Pina, diretor do TA.

A programação de aniversário junta nomes como Cuca Roseta, Rita Redshoes, Sean Riley & the Slowriders, The Gift, Pedro Abrunhosa, Rita Vian, Valter Lobo e Jéssica Pina. Também no teatro as apostas são fortes, desde a estreia de um projeto encomendado a Jorge Louraço Figueira a uma mini temporada do Teatro Nacional São João, com duas obras encenadas por Nuno Cardoso, passando por espetáculos de Elmano Sancho, John Romão, Pedro Penim e outros nomes.

Numa fusão entre teatro e dança está “Kind”, espetáculo da companhia belga Peeping Tom, que traz a Aveiro o derradeiro momento de uma trilogia iniciada em 2014, desta feita numa criação em torno do mundo mágico e desmedido da infância. Também a Companhia Olga Roriz estará no Teatro Aveirense, com “Insónia”, obra que o Teatro Aveirense coproduziu. A estes espetáculos juntam-se criações da Circolando, Companhia Nacional de Bailado e outras propostas.

O circo contemporâneo sempre teve um papel relevante na programação do Teatro Aveirense e a aposta vai manter-se nos próximos meses, com uma sucessão de companhias internacionais, como a Recirquel Cirque Danse (Hungria), a Cirkus Cirkör (Suécia), a Compañia Manolo Alcântara (Espanha), a Compagnie Dondavel (França) e a Baccala Clown Compagnie (Suíça), sem esquecer um dos mais internacionais artistas portugueses nesta área, João Paulo Santos.

O resto da programação envolve momentos igualmente fortes, desde a estreia de quatro curtas-metragens encomendas pelo Teatro Aveirense para celebrar o seu 140º aniversário, às “Conversas do Aveirense”, que propõem uma reflexão sobre a criação contemporânea com figuras de destaque no panorama nacional e internacional.

Mercedes Publicidade

Apelo a contribuição dos leitores

O artigo que está a ler resulta de um trabalho desenvolvido pela redação da Aveiro Mag. Se puder, contribua para esta aposta no jornalismo regional (a Aveiro Mag mantém os seus conteúdos abertos a todos os leitores). A partir de 1 euro pode fazer toda a diferença.

IBAN: PT50 0033 0000 4555 2395 4290 5

MB Way: 913 851 503

Deixa um comentário

O teu endereço de e-mail não será publicado. Todos os campos são de preenchimento obrigatório.