AveiroMag AveiroMag

Magazine online generalista e de âmbito regional. A Aveiro Mag aposta em conteúdos relacionados com factos e figuras de Aveiro. Feita por, e para, aveirenses, esta é uma revista que está sempre atenta ao pulsar da região!

Aveiro Mag®

Faça parte deste projeto e anuncie aqui!

Pretendemos associar-nos a marcas que se revejam na nossa ambição e pretendam ser melhores, assim como nós. Anuncie connosco.

Como anunciar

Aveiro Mag®

Avenida Dr. Lourenço Peixinho, n.º 49, 1.º Direito, Fracção J.

3800-164 Aveiro

geral@aveiromag.pt
Aveiromag

Projeto “Trampolim” estreia esta semana em Estarreja

Artes

O Cine-Teatro de Estarreja quer ser muito mais do que uma sala de espetáculos. Esta semana, de 8 a 12 de fevereiro, a cidade transforma-se num “palco de criação”, com uma residência artística da Companhia Portuguesa de Bailado Contemporâneo (CPBC). Nasce assim a plataforma emergente de artes performativas, “Trampolim”, dirigida a novos criadores e intérpretes de dança e de teatro.

Isabel Simões, vereadora da Cultura, salienta que “o Cine-Teatro de Estarreja, ao longo do tempo e no papel de equipamento cultural âncora de toda a política cultural municipal, tem-se assumido como “trampolim” de muitos artistas emergentes, sejam eles locais, regionais ou nacionais. E é como resultado desta aposta continuada em novos valores artísticos, nas diversas áreas, que concebemos a Plataforma TRAMPOLIM – Plataforma Emergente de Artes Performativas do Município de Estarreja, abrindo as nossas portas a residências artísticas e a coproduções que deem oportunidade de novos talentos mostrarem o seu trabalho, podendo usufruir de uma curadoria, em cada uma das áreas performativas, que enriqueça o seu desenvolvimento artístico.”

Realça ainda que “esta plataforma é, igualmente, uma oportunidade de mobilizar os recursos culturais do território, promovendo a sua qualificação e inclusão, e de consolidar a nossa visão de cultura enquanto um fator de criação de riqueza, de fixação de pessoas e de talento, e de coesão social e territorial.”

“O Que Fica No Depois…” da CPBC estreia no CTE

A abertura do programa desta plataforma emergente de dança será marcada pela estreia do espetáculo “O Que Fica No Depois…”, com curadoria da Companhia Portuguesa de Bailado Contemporâneo (CPBC), que contempla três obras coreográficas de quatro coreógrafos emergentes, Margarida Belo Costa, Miguel Ramalho e a dupla Beatriz Mira & Tiago Barreiros. Para assistir no próximo sábado, dia 12, às 21h30, no CTE, e conhecer o trabalho de quatro jovens artistas que resolveram desafiar-se e aventurar-se na criação, submetendo posteriormente o seu projeto para integração do repertório da CPBC.

Residência artística aberta à comunidade

Em paralelo com a estreia das três novas obras coreográficas, durante a residência artística, serão promovidas iniciativas de aproximação e desenvolvimento de públicos: workshops/oficinas de movimento, visitas ao teatro durante a preparação dos espetáculos, e conversas/debates entre os coreógrafos e público em geral.

A residência artística receberá os alunos da Universidade Sénior e da Jobra – Associação de Jovens da Branca, nos dias 8 e 10, respetivamente. E ainda os utentes da CERCIESTA, no dia 9. O público em geral é desafiado a conhecer os processos de trabalho que estão por detrás do desenvolvimento de uma criação artística antes de pisar o palco num ensaio aberto que acontece no dia 11, às 16h30.

Mercedes Publicidade

Apelo a contribuição dos leitores

O artigo que está a ler resulta de um trabalho desenvolvido pela redação da Aveiro Mag. Se puder, contribua para esta aposta no jornalismo regional (a Aveiro Mag mantém os seus conteúdos abertos a todos os leitores). A partir de 1 euro pode fazer toda a diferença.

IBAN: PT50 0033 0000 4555 2395 4290 5

MB Way: 913 851 503

Deixa um comentário

O teu endereço de e-mail não será publicado. Todos os campos são de preenchimento obrigatório.