AveiroMag AveiroMag

Magazine online generalista e de âmbito regional. A Aveiro Mag aposta em conteúdos relacionados com factos e figuras de Aveiro. Feita por, e para, aveirenses, esta é uma revista que está sempre atenta ao pulsar da região!

Aveiro Mag®

Faça parte deste projeto e anuncie aqui!

Pretendemos associar-nos a marcas que se revejam na nossa ambição e pretendam ser melhores, assim como nós. Anuncie connosco.

Como anunciar

Aveiro Mag®

Avenida Dr. Lourenço Peixinho, n.º 49, 1.º Direito, Fracção J.

3800-164 Aveiro

geral@aveiromag.pt
Aveiromag

Câmara de Aveiro já escolheu a ideia que vai dar nova vida ao antigo colégio Alberto Souto

Sociedade

A câmara municipal de Aveiro aprovou ontem o relatório final do concurso de ideias para reconversão do antigo colégio Dr. Alberto Souto, atribuindo à “proposta de ideia n.º 3” o trabalho de conceção da obra e um prémio de consagração no valor de 20 mil euros. Da proposta vencedora, a autarquia destaca como "fatores muito positivos" “a reabilitação de algum do edificado existente”, “a integração na malha urbana que valoriza o espaço envolvente” e a “abordagem inovadora na integração da ampliação do Arquivo Distrital”. Resultado do mesmo concurso, a proposta de ideia n.º 2 e a proposta de ideia n.º 4 foram distinguidas com prémios de participação no valor de 8 mil e 2 mil euros respetivamente.

Recorde-se que este concurso de ideias tinha como objetivo "a reconversão do antigo colégio num centro de arquivo, educação, cidadania e cultura, em torno de vários temas como o da preservação e partilha da memória, da criatividade cultural, da cidadania ativa, do multiculturalismo, em processos abertos a criativos, pensadores, artistas, educadores, instituições públicas e privadas". “Com a reabilitação dos edifícios existentes e a construção de novos, serão criadas condições para acolher a criação artística, através de um conjunto de espaços de residência, de acolhimento, com estúdios e espaços para conferências, espaços de produção e de apresentação, bem como um local para as memórias do espólio municipal, com uma forma inovadora, terminando com a realidade atual de dispersão por vários edifícios”, nota a autarquia aveirense, em comunicado.

Originalmente construído para funcionar como centro educativo para crianças e adolescentes em risco de exclusão social, o edifício passou para a alçada da câmara de Aveiro em agosto de 2022 – antes, pertencia aos ministérios das Finanças e da Justiça.

Mercedes Publicidade

Apelo a contribuição dos leitores

O artigo que está a ler resulta de um trabalho desenvolvido pela redação da Aveiro Mag. Se puder, contribua para esta aposta no jornalismo regional (a Aveiro Mag mantém os seus conteúdos abertos a todos os leitores). A partir de 1 euro pode fazer toda a diferença.

IBAN: PT50 0033 0000 4555 2395 4290 5

MB Way: 913 851 503

Deixa um comentário

O teu endereço de e-mail não será publicado. Todos os campos são de preenchimento obrigatório.