AveiroMag AveiroMag

Magazine online generalista e de âmbito regional. A Aveiro Mag aposta em conteúdos relacionados com factos e figuras de Aveiro. Feita por, e para, aveirenses, esta é uma revista que está sempre atenta ao pulsar da região!

Aveiro Mag®

Faça parte deste projeto e anuncie aqui!

Pretendemos associar-nos a marcas que se revejam na nossa ambição e pretendam ser melhores, assim como nós. Anuncie connosco.

Como anunciar

Aveiro Mag®

Avenida Dr. Lourenço Peixinho, n.º 49, 1.º Direito, Fracção J.

3800-164 Aveiro

geral@aveiromag.pt
Aveiromag

Centro de Artes de Águeda recebe a exposição coletiva “Ver no escuro”

Artes

O ciclo de exposições e conversas “O Desenho como Pensamento”, que arrancou a 14 de janeiro e aposta num programa que passa por Águeda, Albergaria-a-Velha e Universidade de Aveiro, prossegue com uma nova exposição. “Ver no escuro” é o título da mostra que será inaugurada este sábado, dia 13 de maio, pelas 17h00, no Espaço Expositivo do Centro de Artes de Águeda.

Com curadoria de Ana Anacleto, a exposição reúne um conjunto de obras de diversos autores portugueses contemporâneos. Trabalhando e entendendo o desenho no seu território expandido (que extravasa, necessariamente, o seu contexto disciplinar para abraçar outras dimensões da expressão como a imagem gráfica, fotográfica ou em movimento, ou mesmo a escultura ou a instalação) procurar-se-á investigar as condições de invisibilidade inerentes à edificação do processo do desenho e o quanto estas podem enformar não somente o processo, mas também, invariavelmente, o seu resultado.

Desenhar é estabelecer, permanentemente, uma relação com o desconhecido, com o que ainda não foi desenhado, com o que está por vir. Tentar desvendar-lhe os contornos, imaginando-o, procurando tocar-lhe simultaneamente. Encontrando essa linha que promove o estabelecimento de relações dialógicas entre as suas dimensões ótica e háptica, e extraindo permanentemente uma análise, em tempo real, sobre as suas condições perspetivas, projetivas e prospetivas. Procurar o desenhável revelando o indesenhável.

A exposição “Ver no escuro” procurará constituir-se como um encontro com este lugar obscuro do desenho e prevê a apresentação de obras de: Alice Geirinhas, Ana Jotta, AnaMary Bilbao, Bruno Cidra, Carlos Noronha Feio, Catarina Lopes Vicente, Cláudia Guerreiro, Cristina Ataíde, Daniel Fernandes, Dayana Lucas, Diogo Bolota, Francisca Carvalho, Gonçalo Barreiros, Horácio Frutuoso, Isabel Carvalho, Joana Fervença, Jorge Queiroz, Mariana Gomes, Mattia Denisse, Noé Sendas, Pedro A. H. Paixão, Pedro Barateiro, Pedro Henriques, Rui Horta Pereira, Sara Bichão e Sara Chang Yan.

A mostra ficará patente no Centro de Artes de Águeda até 30 de setembro.

Com direc?a?o arti?stica de Alexandre Baptista, o ciclo “O Desenho como Pensamento” integra 18 exposic?o?es individuais, 3 exposic?o?es coletivas e 6 conversas tema?ticas e inclui uma selec?a?o de obras de conceituados artistas nacionais e internacionais que, distintos na sua linguagem conceptual, privilegiam o desenho na sua obra. O acesso ao pu?blico e? gratuito.

* Créditos da foto de capa: Mariana Gomes
Campus Jazz Publicidade

Apelo a contribuição dos leitores

O artigo que está a ler resulta de um trabalho desenvolvido pela redação da Aveiro Mag. Se puder, contribua para esta aposta no jornalismo regional (a Aveiro Mag mantém os seus conteúdos abertos a todos os leitores). A partir de 1 euro pode fazer toda a diferença.

IBAN: PT50 0033 0000 4555 2395 4290 5

MB Way: 913 851 503

Deixa um comentário

O teu endereço de e-mail não será publicado. Todos os campos são de preenchimento obrigatório.