AveiroMag AveiroMag

Magazine online generalista e de âmbito regional. A Aveiro Mag aposta em conteúdos relacionados com factos e figuras de Aveiro. Feita por, e para, aveirenses, esta é uma revista que está sempre atenta ao pulsar da região!

Aveiro Mag®

Faça parte deste projeto e anuncie aqui!

Pretendemos associar-nos a marcas que se revejam na nossa ambição e pretendam ser melhores, assim como nós. Anuncie connosco.

Como anunciar

Aveiro Mag®

Avenida Dr. Lourenço Peixinho, n.º 49, 1.º Direito, Fracção J.

3800-164 Aveiro

geral@aveiromag.pt
Aveiromag

Desafios à criatividade de quem toca e de quem ouve no Campus Jazz

Artes

“Música Tronxa”, assim mesmo, com “x”, “é aquela que desafia quem cria, quem interpreta e quem ouve”. A explicação é retirada do texto de apresentação do mais recente trabalho de Henrique Albino Quarteto que, para além de uma masterclasse e uma jam session, traz a sua “Música Tronxa”, dia 18 de maio, ao Campus Jazz – Festival de Jazz da Universidade de Aveiro. Antes e depois, o programa do Campus Jazz prevê duas Aulas Abertas sobre discografia do Jazz em Portugal, no século XX.

Para fazer “Música Tronxa” é necessário fundamentação e profundidade e os sons no Estado de Pernambuco, de onde é originário Henrique Albino. O texto de apresentação do trabalho do músico brasileiro, refere que essas “são as bases para criar essa complexidade e desenvolver uma forma própria de inovar”. O show "Música Tronxa" convida o público presente a fazer parte da composição, construindo uma apresentação musical na qual a interação com a plateia assume o lugar principal. “Estes elementos composicionais são trabalhados em conjunto com as linguagens da música pernambucana, como frevo, baião, ciranda, caboclinho, maracatú e coco. É o ato de ser pernambucano em busca dos limites da criatividade, entrelaçando as complexidades da música tradicional, da música contemporânea e do jazz.”

Albino é um “músico de sólida formação, com vasto domínio do material musical, portador de uma artisticidade vanguardista dedicada à busca incessante pelo inconvencional e com uma mente fervilhando de ideias”, escrevem Angelo Mongiovi e Bruno Vitorino, no Bandcamp (https://boavistajazzrecords.bandcamp.com/album/m-sica-tronxa). “O resultado é uma obra arrojada, mas não hermética ou académica, que coaduna conflitos métricos, frases atonais, motes seriais e sonoplastias com melodias encantadoras que desvelam paisagens etéreas e improvisos incendiários plenos de risco, individualidade e senso de grupo”, acrescenta-se no Bandcamp. O pernambucano é acompanhado por um grupo “de jovens e brilhantes músicos que incorporaram suas ideias e musicalidade ao ponto de formarem não um combo, e sim um organismo”. A vinda deste quarteto à Universidade de Aveiro foi apoiada pelo Programa Ibermúsicas.

Materclasse e Jam Session

A Masterclasse de Jazz/Improvisação, com a duração de cerca de 120 minutos e orientada por este quarteto brasileiro, a 18 de maio, às 15h00, no espaço do Grupo Experimental de Teatro da Universidade de Aveiro (GrETUA), destina-se à comunidade académica da UA, às escolas de ensino oficial e profissional da região e à comunidade artística em geral. Serão admitidos estudantes de música ou músicos com qualquer tipo de instrumento.

Está ainda prevista uma Jam Session, a 18 de maio, às 23h00, no mesmo local, com este quarteto e a participação do Núcleo de Estudantes de Música da Associação Académica da Universidade de Aveiro (NEMu – AAUAv). Os ingressos estarão brevemente disponíveis, sendo a entrada livre e sujeita à lotação do espaço.

Campus Jazz Publicidade

Apelo a contribuição dos leitores

O artigo que está a ler resulta de um trabalho desenvolvido pela redação da Aveiro Mag. Se puder, contribua para esta aposta no jornalismo regional (a Aveiro Mag mantém os seus conteúdos abertos a todos os leitores). A partir de 1 euro pode fazer toda a diferença.

IBAN: PT50 0033 0000 4555 2395 4290 5

MB Way: 913 851 503

Deixa um comentário

O teu endereço de e-mail não será publicado. Todos os campos são de preenchimento obrigatório.