AveiroMag AveiroMag

Magazine online generalista e de âmbito regional. A Aveiro Mag aposta em conteúdos relacionados com factos e figuras de Aveiro. Feita por, e para, aveirenses, esta é uma revista que está sempre atenta ao pulsar da região!

Aveiro Mag®

Faça parte deste projeto e anuncie aqui!

Pretendemos associar-nos a marcas que se revejam na nossa ambição e pretendam ser melhores, assim como nós. Anuncie connosco.

Como anunciar

Aveiro Mag®

Avenida Dr. Lourenço Peixinho, n.º 49, 1.º Direito, Fracção J.

3800-164 Aveiro

geral@aveiromag.pt
Aveiromag

Teatro Aveirense retoma programação com duas estreias

Palcos

Em setembro, o Teatro Aveirense faz uma aposta forte no teatro, na dança e nas artes visuais, apresentando duas estreias num calendário que inclui nomes como Victor de Oliveira, Mario Bigonzetti, Nuno Cardoso e Gonçalo M. Tavares.

As atividades começam a 8 e 9 de setembro com a estreia de As Areias do Imperador, do qual o Teatro Aveirense é coprodutor juntamente com o Teatro Nacional São João. Trata-se de uma criação de Victor de Oliveira que transporta os espetadores para o fim do século XIX e as guerras políticas de Moçambique, numa história de amor impossível carregada por 15 intérpretes moçambicanos, portugueses e franceses. Uma criação que conta também com o apoio do La Colline – Théâtre National de Paris, do Ministère de la Culture – Direction régionale des affaires culturelles d’Île-de-France, do Instituto Camões de Maputo e da Universidade de Aveiro.

Este projeto marca a presença de um miniciclo de cocriação entre o Teatro Aveirense e o Teatro Nacional de São João que inclui As Bruxas de Salém, no dia 29 de setembro, um texto seminal de Arthur Miller com encenação de Nuno Cardoso. Baseada em fatos reais, a peça original aludia ao macarthismo nos Estados Unidos da América, período em que se promoveu a perseguição política a diversas figuras da cultura norte-americana e de que o próprio Arthur Miller foi vítima. Hoje, Nuno Cardoso encontra aí ecos que se propagam no mundo contemporâneo e que justificam a sua escolha.

A 16 de setembro, chega a estreia de Vi o Ayrton Senna morrer nos olhos do meu irmão. Este projeto é fruto de uma parceria entre o Teatro Aveirense e o Teatro José Lúcio da Silva, de Leiria, integrada na Rede de Teatros e Cineteatros de Portugal. Para o efeito, o Teatro Aveirense lançou um desafio à Associação Dolodo e à Orquestra Filarmonia das Beiras para a criação de um projeto a apresentar nas duas cidades. O resultado é uma criação que se desenvolve em torno da infância e do conceito de baby shower como dispositivo de representação.

No mesmo dia é inaugurada a exposição Os Aveirenses, com curadoria de Gonçalo M. Tavares, composta pela estreia de um documentário que regista o que sentem e sonham os aveirenses de todas as idades. Este filme completa um tríptico iniciado em 2022, por encomenda da Câmara Municipal de Aveiro| Teatro Aveirense composto por outros dois filmes dedicados à memória e ao futuro de Aveiro, exibidos em simultâneo nesta exposição.

A 23 de setembro o Teatro Aveirense recebe a Companhia Nacional de Bailado, que apresenta Cantata, de Mario Bigonzetti, e Symphony of Sorrows, de Miguel Ramalho, duas criações unidas pela ideia de comunidade, pondo em palco formas distintas de encarar a dança e o conceito de coletivo.

Campus Jazz Publicidade

Apelo a contribuição dos leitores

O artigo que está a ler resulta de um trabalho desenvolvido pela redação da Aveiro Mag. Se puder, contribua para esta aposta no jornalismo regional (a Aveiro Mag mantém os seus conteúdos abertos a todos os leitores). A partir de 1 euro pode fazer toda a diferença.

IBAN: PT50 0033 0000 4555 2395 4290 5

MB Way: 913 851 503

Deixa um comentário

O teu endereço de e-mail não será publicado. Todos os campos são de preenchimento obrigatório.