AveiroMag AveiroMag

Magazine online generalista e de âmbito regional. A Aveiro Mag aposta em conteúdos relacionados com factos e figuras de Aveiro. Feita por, e para, aveirenses, esta é uma revista que está sempre atenta ao pulsar da região!

Aveiro Mag®

Faça parte deste projeto e anuncie aqui!

Pretendemos associar-nos a marcas que se revejam na nossa ambição e pretendam ser melhores, assim como nós. Anuncie connosco.

Como anunciar

Aveiro Mag®

Avenida Dr. Lourenço Peixinho, n.º 49, 1.º Direito, Fracção J.

3800-164 Aveiro

geral@aveiromag.pt
Aveiromag

Mar Film Festival acontece de 26 a 29 de outubro e dá destaque à produção nacional

Sem categoria

O Mar Film Festival regressa ao município de Ílhavo no final deste mês, entre 26 e 29 de outubro. A exibição dos filmes decorrerá, maioritariamente, no Museu Marítimo de Ílhavo, à exceção de uma sessão especial comemorativa dos 130 anos do Farol da Barra, na Fábrica das Ideias da Gafanha da Nazaré.

A edição 2023 do festival continua a refletir o mar na tela, com as mais variadas narrativas, apelos e geografias, sem nunca perder de vista o mar, “flutuando” entre ficção e documentários, curtas e longas-metragens, com especial enfoque na produção nacional.

O festival começa, nos dias 26 e 27 de outubro, com a programação dirigida ao público escolar, com uma seleção de curtas-metragens de animação – as “Curtas de Mar” – sempre com o mar como pano de fundo.

Na noite de 27 de outubro, sexta-feira, às 21h30, começam as sessões para o público em geral, com “Água nas Guelras”, uma curta-metragem de Marco Schiavon sobre uma inesperada vida insular, seguindo-se “Saudade do Futuro”, um documentário de Anna Azevedo, que percorre três países ligados pelo mar – Portugal, Brasil e Cabo Verde – em busca de histórias atravessadas pela saudade.

Na manhã de sábado, 28 de outubro, às 10h30, o Mar Film Festival vira-se para uma vertente ambientalista, com a exibição de “Sonic Sea”, um documentário de Michelle Dougherty e Daniel Hinerfeld, que alerta para a poluição sonora dos oceanos – um novo perigo ameaça baleias, tubarões e golfinhos. Depois do filme, inicia-se uma conversa sobre “o impacto do som no oceano”, com Catarina Eira, docente da Universidade de Aveiro, e Marina Palácio, autora e ilustradora do livro “O Tratado do Silêncio”.

No mesmo dia, às 15h00, chegam ao auditório do museu as curtas-metragens da edição 2023 do Prémio Mário Ruivo – trabalhos que destacam sempre a importância do oceano para a vida no planeta Terra. Este prémio é uma homenagem a Mário Ruivo, personalidade de reconhecido mérito científico, político, diplomático e cultural, pioneiro na defesa do oceano, que o Museu Marítimo de Ílhavo tem estado, também, a destacar, este ano, com a exposição “Mar Oceano: Legado de Mário Ruivo”, que terá uma visita guiada após a exibição das curtas-metragens.

A noite de sábado abre, às 21h30, com duas curtas-metragens. “As Gaivotas Cortam o Céu”, é uma curta de ficção, de Mariana Bártolo e Guillermo García López, sobre duas mulheres que se apoiam mutuamente perante um clima de mudança, no porto de pesca. “Carapau de Espinho”, de André Roseira, é também uma curta-metragem, mas documental, sobre a resistência à modernização num bairro piscatório de Espinho.

O ponto alto da noite é a estreia de “O Som dos Heróis do Mar”, um documentário de Pedro Magano, que mostra o “making-of” do desafiante projeto de criação de uma nova banda sonora e dobragem interpretativa do filme português “Heróis do Mar” (na foto), através de um complexo projeto de comunidade desenvolvido pela Câmara Municipal de Ílhavo em 2022.

O Mar Film Festival 2023 encerra no dia 29 de outubro, domingo, às 17h30, com o regresso ao grande ecrã de “Os Faroleiros”, um clássico do cinema mudo português, desaparecido durante sete décadas, que em 2023 ganhou uma nova banda sonora, criada, para o efeito, pelo compositor Daniel Moreira (Porto, 1983) e interpretada pelo prestigiado grupo de cordas britânico The Arditti Quartet. Este é o único filme que não é exibido no auditório do Museu Marítimo de Ílhavo, mas sim na Fábrica das Ideias da Gafanha da Nazaré. A exibição de “Os Faroleiros” surge no contexto das comemorações do 130.º aniversário do Farol da Barra.

Campus Jazz Publicidade

Apelo a contribuição dos leitores

O artigo que está a ler resulta de um trabalho desenvolvido pela redação da Aveiro Mag. Se puder, contribua para esta aposta no jornalismo regional (a Aveiro Mag mantém os seus conteúdos abertos a todos os leitores). A partir de 1 euro pode fazer toda a diferença.

IBAN: PT50 0033 0000 4555 2395 4290 5

MB Way: 913 851 503

Deixa um comentário

O teu endereço de e-mail não será publicado. Todos os campos são de preenchimento obrigatório.