AveiroMag AveiroMag

Magazine online generalista e de âmbito regional. A Aveiro Mag aposta em conteúdos relacionados com factos e figuras de Aveiro. Feita por, e para, aveirenses, esta é uma revista que está sempre atenta ao pulsar da região!

Aveiro Mag®

Faça parte deste projeto e anuncie aqui!

Pretendemos associar-nos a marcas que se revejam na nossa ambição e pretendam ser melhores, assim como nós. Anuncie connosco.

Como anunciar

Aveiro Mag®

Avenida Dr. Lourenço Peixinho, n.º 49, 1.º Direito, Fracção J.

3800-164 Aveiro

geral@aveiromag.pt
Aveiromag

“O Meu Nariz É Árabe” no palco do Cineteatro Alba

Palcos

O espetáculo “O Meu Nariz É Árabe” sobe ao palco do Cineteatro Alba, em Albergaria-a-Velha, no próximo sábado, dia 11 de novembro, pelas 21h30. Trata-se de uma cocriação entre a associação cultural d’Orfeu e a Companhia João Garcia Miguel, com a participação dos Clarinetes Ad Libitum.

O espetáculo inspira-se na poesia de Al-Mu’Tamid, nascido em Beja, em 1040, no seio de uma família da elite árabe do chamado Al Andaluz. “Com apenas 13 anos encabeçou um cerco militar a? cidade de Silves, tendo-lhe sido atribuído o cargo de governador daquele importante porto fluvial algarvio. E? em Silves que conhece e que se deixa ‘enamorar’ por outro dos principais poetas e pensadores do espaço hispano-árabe: Ibn’Ammar. Com a morte de seu pai, Al-Mu’Tamid assume o trono do reino taifa de Sevilha, entregando o governo de Silves ao seu amigo. Ibn’Ammar acabara? por ser requisitado para a corte de Sevilha, mas a sua extrema ambição e o ciúme doentio que nutria pela esposa favorita do rei, Itimad, levaria a que o próprio AlMu’Tamid o acusasse de traição e o tivesse massacrado a? cutelada com as suas próprias mãos.

Al-Mu’Tamid e? feito prisioneiro, levado para um cárcere no interior de Marrocos, Aghmat, onde morre em 1095. E? no período de cativeiro que produz as peças mais pungentes de uma obra que acabaria por ter eco em todo o mundo árabe, acabando por integrar, inclusive, o cancioneiro fundamental das Mil e Uma Noites. Aghmat ainda hoje e? local de peregrinação de amantes e poetas”, pode ler-se, em jeito de contextualização do espetáculo, no site da d’Orfeu.

Com texto e direção de João Garcia Miguel, “O Meu Nariz É Árabe” tem músicas de Artur Fernandes e leva a palco sete intérpretes: Luís Fernandes, Gustavo Antunes, Rafael Zink e os quatro músicos de Clarinetes Ad Libitum (Nuno Pinto, José Ricardo Freitas, Luís Filipe Santos e Tiago Abrantes).

Campus Jazz Publicidade

Apelo a contribuição dos leitores

O artigo que está a ler resulta de um trabalho desenvolvido pela redação da Aveiro Mag. Se puder, contribua para esta aposta no jornalismo regional (a Aveiro Mag mantém os seus conteúdos abertos a todos os leitores). A partir de 1 euro pode fazer toda a diferença.

IBAN: PT50 0033 0000 4555 2395 4290 5

MB Way: 913 851 503

Deixa um comentário

O teu endereço de e-mail não será publicado. Todos os campos são de preenchimento obrigatório.