AveiroMag AveiroMag

Magazine online generalista e de âmbito regional. A Aveiro Mag aposta em conteúdos relacionados com factos e figuras de Aveiro. Feita por, e para, aveirenses, esta é uma revista que está sempre atenta ao pulsar da região!

Aveiro Mag®

Faça parte deste projeto e anuncie aqui!

Pretendemos associar-nos a marcas que se revejam na nossa ambição e pretendam ser melhores, assim como nós. Anuncie connosco.

Como anunciar

Aveiro Mag®

Avenida Dr. Lourenço Peixinho, n.º 49, 1.º Direito, Fracção J.

3800-164 Aveiro

geral@aveiromag.pt
Aveiromag

Coletivo ars ad hoc abre o ano com um Concerto Antena 2

Palcos

André Delhaye

Esta segunda-feira, dia 8 de janeiro, o coletivo aveirense ars ad hoc apresenta-se no Museu do Oriente, em Lisboa, num Concerto Antena 2, a que levará um programa dedicado à música de Johannes Brahms (1833-1897), Clara Iannotta (1983) e João Pedro Oliveira (1959).

Contrariamente ao ciclo de concertos exclusivamente preenchidos por nova música que o ars ad hoc apresenta regularmente na Fundação de Serralves, este é o primeiro de vários programas que conjugam a mais recente criação musical com obras incontornáveis do repertório clássico/romântico que o grupo apresentará em diferentes localidades com o apoio do Banco BPI e da Fundação la Caixa”, prevendo-se, numa primeira fase, a sua passagem por Aveiro, Braga, Riba dAve, Resende, Cabeceiras de Basto e Marvão.

Fazem parte deste grupo de música de câmara da Arte no Tempo, cuja programação está a cargo de Diana Ferreira, notáveis músicos portugueses ainda jovens que tiveram formação em algumas das melhores escolas europeias, como o flautista Ricardo Carvalho, o clarinetista Horácio Ferreira, o pianista João Casimiro Almeida, os violinistas Diogo Coelho, Matilde Loureiro e Álvaro Pereira, os violetistas Ricardo Gaspar e Francisco Lourenço e o violoncelista Gonçalo Lélis.

Campus Jazz Publicidade

No concerto desta segunda-feira, o agrupamento apresenta-se em formato de trio (clarinete, violoncelo e piano), regressando a repertório já conhecido do seu público. Da italiana Clara Iannotta, cuja música tem destacado na temporada de 2023/24, o ars ad hoc interpretará “The people here go mad. They blame the wind.” [2013-14], um trio para clarinete baixo, violoncelo e piano preparado, cujo título provém de um poema da irlandesa Dorothy Molloy e cuja primeira audição em Portugal foi realizada pelo ars ad hoc, em abril de 2022. Trata-se de uma obra em que os instrumentos são explorados de forma menos convencional, requerendo, portanto, uma escuta atenta e pouco apoiada na expectativa da sonoridade tradicional daqueles três instrumentos. Segue-se o trio com electrónica Beyond [2006], de João Pedro Oliveira (1959) – português multi-premiado e detentor da cátedra Corwin de Composição na Universidade da Califórnia, Santa Bárbara – concluindo-se o concerto com o conhecido Trio em lá menor, op. 114 [1891], de Brahms, que o ars ad hoc apresentou também nos Festivais de Outono, em Aveiro, em novembro passado.

Com início marcado para as 19h00, o concerto é de entrada livre, sujeita à lotação do espaço, e será transmitido em directo pela Antena 2.

 

 

Deixa um comentário

O teu endereço de e-mail não será publicado. Todos os campos são de preenchimento obrigatório.