AveiroMag AveiroMag

Magazine online generalista e de âmbito regional. A Aveiro Mag aposta em conteúdos relacionados com factos e figuras de Aveiro. Feita por, e para, aveirenses, esta é uma revista que está sempre atenta ao pulsar da região!

Aveiro Mag®

Faça parte deste projeto e anuncie aqui!

Pretendemos associar-nos a marcas que se revejam na nossa ambição e pretendam ser melhores, assim como nós. Anuncie connosco.

Como anunciar

Aveiro Mag®

Avenida Dr. Lourenço Peixinho, n.º 49, 1.º Direito, Fracção J.

3800-164 Aveiro

geral@aveiromag.pt
Aveiromag

Vagos celebra o Dia dos Moinhos com atividades para as famílias

Património

O programa contempla visitas aos moinhos, moagem de milho, confeção da Broa Mimosa, contos infantis nos moinhos, caminhadas, piquenique, entre outros

 

No âmbito da comemoração do Dia Nacional dos Moinhos, que se celebra no dia 7 de abril, o município de Vagos promove, em conjunto com as Juntas de Freguesia de Ouca e Soza, Grupo Folclórico de Santo António de Vagos, Confraria Sabores da Abóbora, Associação Pró-Boco e os proprietários dos moinhos/azenhas do concelho, três dias de atividades e experiências únicas em torno do património molinológico. O programa irá acontecer nos dias 6, 7 e 13 de abril.

Nos dias 6, 7 e 13 de abril, as Azenhas Barreto e Ti Luísa, o Moinho e Azenha de Ouca, os Moinhos Giratórios de vento Ti Pascoal e de Santo António de Vagos estarão abertos, em datas e horários específicos, de acordo com o programa, para todos aqueles que quiserem conhecê-los, por fora e por dentro. Esta atividade realiza-se no âmbito da iniciativa nacional “Moinhos Abertos” da Rede Portuguesa dos Moinhos, que pretende abrir ao público, para acesso livre, tantos moinhos quantos for possível em todo o país!  

Para além de visitas aos moinhos, os visitantes terão ainda oportunidade de usufruir de algumas experiências, com o objetivo de dar a conhecer e partilhar alguns dos costumes e tradições locais.

A manhã do dia 6 (sábado) será dedicada às “Tradições nas Azenhas da Aldeia do Boco” onde será possível, na Azenha da Ti Luísa, experienciar todo o processo de fabrico da Broa Mimosa, desde a moagem do milho à confeção da massa e à sua colocação no forno! 

É, também, uma oportunidade para dar a conhecer, aos mais novos, como funciona uma azenha e como consegue transformar o milho em farinha! Enquanto a massa leveda, os participantes serão convidados a fazer uma caminhada pelo Vale do Bo-o, terminando com uma degustação de produtos locais: a Broa Mimosa, o doce de abóbora e o requeijão. 

Esta atividade, organizada pela Associação Pró-Boco e Confraria Sabores da Abóbora, é limitada a 30 participantes, com inscrição obrigatória (6,50 moinhos e gratuito até aos 12 anos).

No domingo, dia 7 de abril, o dia será repleto de atividades a começar no Parque do Moinho e Azenha de Ouca com diversas atividades organizadas pela Junta de Freguesia de Ouca. Aqui, a manhã começa uma visita interpretativa aos moinhos, pelas 9h00, e às 10h00 nada como ver, ouvir e sentir as mais belas e divertidas histórias com Contos no Moinho.

Pelas 11h00, está prevista a realização da oficina “MAMAMIA, Faz a Tua Pizza!”  onde vai ser possível criar a sua própria pizza, desde a preparação da massa à colocação dos ingredientes, com promessa de um final super apetitoso. Esta atividade é gratuita, mas com inscrição obrigatória e limitada a 15 participantes.  Pelas 12h00, no mesmo local, realiza-se a atividade “Sabores da Minha Terra”, uma degustação de produtos locais com broa, compotas, sandes de leitão e espumante “Quinta da Pedreira”, com inscrição obrigatória (7,50 moinhos e gratuito até aos 6 anos). Por fim, fica o convite para um almoço ao ar livre com “Há piquenique no parque”. Para participar, basta trazer o seu farnel, uma toalha e um guarda-sol e muita vontade em relaxar. Durante esta atividade, haverá uma Caça ao Tesouro, dirigida a famílias, pelo que motivos não sobram para, neste dia, vir até Ouca.

De tarde, e de regresso à Aldeia do Boco, “Venha Beijar a Cruz nas Azenhas”! Neste dia, é dia de Pascoela no Boco – Aldeia de Portugal e, como tal, está convidado a participar na visita pascal que percorrerá as azenhas e moinhos do Vale do Boco. O convite é feito pela Associação Pro.Boco que preparará tudo para que esta experiência seja única, com direito a Folar, Pão de Ló, Amêndoas e Bolos de Côco que estão sempre presentes nas mesas de Páscoa. Esta atividade é gratuita, mas sujeita a inscrições.

Festa Publicidade

No fim de semana seguinte, sábado, dia 13, o programa dos moinhos abertos termina, em grande, com uma experiência única que não pode perder – Tradições à Mesa na Casa Gandaresa! Aqui será possível visitar o moinho giratório de vento gandarês, um dos únicos exemplares em funcionamento do distrito de Aveiro, e a Casa Gandaresa, uma casa típica da Região da Gândara. A visita à casa gandaresa promete recordar como era, antigamente, a vida nesta casa sendo que, para tal, o Grupo de Folclore de Santo António fará recriações em algumas divisões da casa. Após a visita, será possível participar em várias oficinas de sabores, que se realizarão, simultaneamente, em diversos locais da casa (pátio e cozinha antiga). Aqui, pode escolher o que ver e fazer, desde a broa de milho, as papas de abóbora e os rojões que depois, se juntarão ao Almoço Gandarês. O almoço gandarês, realizado no pátio da casa gandaresa, promete uma experiência de sabores únicos, com uma sopa gandaresa feita numa panela antiga, ao lume, os rojões com as papas de abóbora e broa (feitas anteriormente nas oficinas). Tudo isto servido com vinho, limonada e água. Para adoçar, aletria e arroz-doce e para finalizar um café de borras feito no borralho da casa, ao lume.

O Programa dos Moinhos Abertos em Vagos está, ainda, incluído no programa da Rota dos Moinhos de Portugal – Portuguese Mills, constituída pelos municípios de Águeda, Albergaria-a-Velha, Nelas, Sever do Vouga e Vagos, que pretende, entre vários objetivos, promover a capacitação dos territórios com um novo produto turístico, capaz de atrair mais fluxos de visitantes e aumentar a estadia média, a preservação e valorização do património molinológico nacional, bem como o envolvimento das comunidades locais e os seus saberes através do projeto.

Pode consultar o programa completo (e fazer as suas inscrições nas atividades) em www.cm-vagos.pt/visitar/moinhos-abertos.

 

Deixa um comentário

O teu endereço de e-mail não será publicado. Todos os campos são de preenchimento obrigatório.