AveiroMag AveiroMag

Magazine online generalista e de âmbito regional. A Aveiro Mag aposta em conteúdos relacionados com factos e figuras de Aveiro. Feita por, e para, aveirenses, esta é uma revista que está sempre atenta ao pulsar da região!

Aveiro Mag®

Faça parte deste projeto e anuncie aqui!

Pretendemos associar-nos a marcas que se revejam na nossa ambição e pretendam ser melhores, assim como nós. Anuncie connosco.

Como anunciar

Aveiro Mag®

Avenida Dr. Lourenço Peixinho, n.º 49, 1.º Direito, Fracção J.

3800-164 Aveiro

geral@aveiromag.pt
Aveiromag

Aveiro celebra a Arte Nova de 8 a 13 de junho

Sociedade

Estão previstos espetáculos e visitas gratuitas ao longo de cinco dias. 

De 8 a 13 de junho, sábado a quinta-feira, a Aveiro promove a Festa Arte Nova, cujo Dia Mundial se celebra a 10 de junho, com uma programação cultural intensa. Aveiro é Cidade Arte Nova Portuguesa de referência e, por isso, a câmara municipal decidiu que o seu Museu Arte Nova terá entradas gratuitas nos cinco dias da festa.

Aveiro tem, assim, duplo motivo para celebrar o dia 10 de junho. Se, antes de mais, é o Dia de Portugal, é também o Dia Mundial da Arte Nova. A efeméride, promovida pela Réseau Art Nouveau Network e envolvendo todos os membros da rede, comemora o espírito que preside ao movimento Arte Nova, nas suas diferentes manifestações e geografias. A partir do Museu Arte Nova e no contexto do programa Nova Arte Nova, preparamos um conjunto de atividades que evocam este dia e realçam a sua presença em Aveiro.

Do programa destaque para a realização de duas instalações: “Revisitar Mucha” de 8 a 13 de junho pelo Roteiro Arte Nova onde serão apresentados materiais publicitários relacionados com a Arte Nova em diferentes pontos da Cidade e ainda “Floratech” no dia 10 de junho no Coreto do Parque Infante D. Pedro. Trata-se de uma instalação artística imersiva do coletivo Persil Noir que despertará uma experiência estética e emocional. É uma celebração da beleza efémera das flores e da música como linguagem universal. Através da interação com as flores, os participantes poderão explorar a sua musicalidade, conectando-se com a arte.

Durante estes cinco dias serão apresentados vários espetáculos, dos quais destacamos o concerto “Paisagens Sonoras da Belle Époque” no dia 8 de junho, às 18h00 nas janelas e fachada do Museu Arte Nova. Neste recital, o espetador será convidado a percorrer as paisagens sonoras da época, experienciando sensações e obtendo impressões de obras de importantes compositores europeus como Debussy, Ravel ou Fauré. Samuel Marques e Vasyl Tsanko propõem ao público descobrir algumas das mais belas e elegantes melodias compostas na época da Arte Nova, com especial destaque para os países representados na Réseau Art Nouveau presentes em Aveiro.

No domingo, dia 9, no Rossio será apresentado o espetáculo de Novo Circo “Chá das Cinco” com sessões às 11h00 e às 15h00. Peça a cargo de “Coração nas Mãos”. Pelas 18h00 a Praça Dr. Joaquim Melo Freitas recebe o espetáculo da Companhia Maria Andrés “Frágil”, um espetáculo a solo de clown gestual e poesia que recorre às ferramentas de clown mais clássicas e as funde com novas linguagens como a poesia. À noite, 21h30, no Rossio, a nova criação de “Radar 360.º, “iLUMiNADOS, vai reforçar o ato criativo das artes de rua com a utilização de candeeiros humanos, autónomos e espalhados por pontos estratégicos.

 

Feira do Livro Publicidade

A 11 de junho, terça-feira, pelas 21h30, terá lugar a Gala de Ópera “Ecos da Belle Époque” no Mercado José Estevão. A “Plateia Protagonista” terá a honra de apresentar uma gala de ópera focada nas óperas do período Arte Nova. A música dos grandes compositores deste período sobe ao palco num concerto comentado e promete um excelente momento de fruição histórica e musical.

Por fim, realce para a inauguração da exposição “A transformação da Natureza” pelas 18h00 no Museu Arte Nova. Resultado do convite lançado aos parceiros da Réseau Art Nouveau Network, a exposição revela as diferentes abordagens da natureza que caracterizam cada uma das Cidades Europeias. Uma verdadeira viagem pela Europa e da perceção da Natureza no período da Arte Nova.  As Cidades apresentadas são Alcoi; Alesund; Aveiro; Bruxelas; Budapeste; Darmstadt; La Chaux-de-Fonds; Riga; Terrassa e Wiesbaden.

Deixa um comentário

O teu endereço de e-mail não será publicado. Todos os campos são de preenchimento obrigatório.