AveiroMag AveiroMag

Magazine online generalista e de âmbito regional. A Aveiro Mag aposta em conteúdos relacionados com factos e figuras de Aveiro. Feita por, e para, aveirenses, esta é uma revista que está sempre atenta ao pulsar da região!

Aveiro Mag®

Faça parte deste projeto e anuncie aqui!

Pretendemos associar-nos a marcas que se revejam na nossa ambição e pretendam ser melhores, assim como nós. Anuncie connosco.

Como anunciar

Aveiro Mag®

Avenida Dr. Lourenço Peixinho, n.º 49, 1.º Direito, Fracção J.

3800-164 Aveiro

geral@aveiromag.pt
Aveiromag

White Haus apresentam-se no Aveirense com uma estreia absoluta

Artes

João Vieira não tardou muito a confessar que estava um pouco nervoso. Não com a entrevista, mas sim com o ensaio. Melhor dizendo: com a necessidade de ensaiar o máximo possível para o concerto desta quinta-feira, em Aveiro. E não é para menos: esta será a primeira vez que os White Haus, projeto musical de João Vieira (X-Wife e DJ Kitten), tocam ao vivo o novo disco, “Body Electric”. Uma estreia absoluta para o público do ciclo “Novas Quintas”, do Teatro Aveirense.

“Estamos a trabalhar na interpretação deste disco ao vivo”, destacava João Vieira, no intervalo de um dos ensaios que os White Haus têm estado a cumprir antes da apresentação na cidade da ria. “É um processo completamente diferente daqueles que estávamos habituados a fazer; todos os instrumentistas têm outras tarefas para fazer e eu vou estar um pouco mais focado na parte da voz e da performance”, desvendou o dj e músico, em entrevista à Aveiro Mag.

Lançado em outubro de 2019, “Body Electric” tem merecido críticas muito positivas, tanto por parte do público como da imprensa. Um disco “mais solitário do que o anterior” – João Vieira compôs e produziu este álbum a sós – e, consequentemente, “muito pessoal”. “É uma viagem em que vou beber muitas das minhas referências, que vão desde o hip hop à eletrónica mais minimal, ao house, ao funk de Prince e muitas outras coisas”, vinca o músico e produtor.

Acima de tudo, este é um disco que pretende “surpreender o ouvinte”, com 12 canções “que funcionam como um todo”. Corrigindo: “são dez músicas e dois delírios psicadélicos (risos)”, repara João Vieira. “Um álbum permite que se construam elos de ligação entre as canções, passar da canção “a” para a “x”, e às vezes criam-se momentos ou ‘delírios psicadélicos’, como eu lhes chamo, para fazer essa passagem”, explica.

Sonoridades que serão apresentadas ao vivo, esta quinta-feira à noite (22h00), na Sala Estúdio do Teatro Aveirense. Os bilhetes custam 5 euros.

Mercedes Publicidade

Apelo a contribuição dos leitores

O artigo que está a ler resulta de um trabalho desenvolvido pela redação da Aveiro Mag. Se puder, contribua para esta aposta no jornalismo regional (a Aveiro Mag mantém os seus conteúdos abertos a todos os leitores). A partir de 1 euro pode fazer toda a diferença.

IBAN: PT50 0033 0000 4555 2395 4290 5

MB Way: 913 851 503

Deixa um comentário

O teu endereço de e-mail não será publicado. Todos os campos são de preenchimento obrigatório.